• Junior Valverde

É FATO: O RELÓGIO FAZ "TIK TOK" PRO ZUCKERBERG. ENTENDA POR QUÊ AS PESSOAS DEIXAM O FACEBOOK


Acabou a paz do Zuckerberg? Estatísticas apontam que pela primeira vez na história o Facebook sofreu uma queda de usuários, com os consumidores se afastando da rede social e em busca de alternativas que promovem melhor interação. O alerta foi feito pelo site BuzzFeed. Entenda!


O BuzzFeed apontou hoje um tema contínuo na tecnologia: os consumidores estão se afastando do Facebook da Meta. “Continuamos a ver o público gastando menos tempo no Facebook”, disse a Felicia DellaFortuna, CFO do BuzzFeed, durante uma teleconferência de resultados.


A Meta informou que os usuários ativos diários do Facebook caíram ligeiramente no último trimestre, para 1,93 bilhão, marcando seu primeiro declínio trimestral. O declínio de cerca de 500.000 pode significar que o Facebook saturou seu produto globalmente e a capacidade de adicionar muitos usuários atingiu o pico.


O aplicativo principal do Meta no Facebook foi pressionado para acompanhar os concorrentes, incluindo seu próprio Instagram e o TikTok, que cresce rapidamente e que apresenta videoclipes de formato curto. A empresa lançou seu próprio recurso de vídeo em formato curto chamado "Reels", na tentativa de manter o público envolvido.


“As pessoas têm muitas opções de como querem gastar seu tempo, e aplicativos como o TikTok estão crescendo muito rapidamente”, disse Mark Zuckerberg na ligação da empresa com investidores no mês passado. “E é por isso que nosso foco em bobinas é tão importante a longo prazo.”


“Como resultado da concorrência e da mudança para vídeos de formato curto, bem como nosso foco em atender jovens adultos, otimizando o engajamento geral, continuaremos a ver alguma pressão no crescimento de impressões no curto prazo.” acrescentou Zuckerberg.

O BuzzFeed, que se concentrou fortemente em seu segmento de comércio, disse que a maior parte de seu tráfego de audiência para seu conteúdo de compras veio do Facebook. Mas “a mudança no tempo de audiência” do aplicativo “impactou desproporcionalmente” suas receitas de comércio, disse DellaFortuna. Olhando para o primeiro trimestre, DellaFortuna disse que espera que essa tendência continue.


“Estamos aproveitando nossa rede de distribuição multiplataforma para estender nosso negócio de comércio para as plataformas de crescimento mais rápido, reduzindo assim nossa dependência de qualquer plataforma nos próximos dois anos”, disse DellaFortuna.


A empresa de mídia digital BuzzFeed registrou lucro líquido de US$ 26 milhões no ano passado e receita de US$ 398 milhões, mostrando um crescimento de receita de 24% em relação ao ano anterior. Também anunciou novos planos para “acelerar a lucratividade”, incluindo uma redução na força.


Tendência de vídeos curtos


Ao abrir o Instagram, quanto tempo você navega na plataforma até que seja impactado por um vídeo? Exatamente: poucos segundos são suficientes para que conteúdos do "Reels" e "IGTV" façam parte de sua timeline, por exemplo.


Se você navega nas principais redes sociais da atualidade, especialmente no Instagram, já percebeu o aumento na produção de conteúdo em formato de vídeo curtos. E eles vieram para ficar, não é à toa que a própria plataforma tem criado ferramentas para potencializar a divulgação desses materiais.


O aumento expressivo está muito ligado ao novo comportamento de consumo mundial: onde as pessoas buscam conteúdos mais leves, atrativos, que possam ser “digeridos” de maneira rápida e que aproximem ainda mais a comunicação da marca criadora do vídeo e seu público-alvo.


Para você que adora vídeos curtos, o que tem a dizer dos anúncios do YouTube de cinco segundos e que foram duplicados? Haja paciência! a audiência opina!


Tags: #SevenJoin #Inovação #Ideias #NovosNegócios #Empreendedorismo #Consultoria #ConsultoriaDeInovação #Intraempreendedorismo #Business #Tecnologia #MetodolodiasAgeis #CasesDeSucesso #Crowdsorcing #B2U #Universidades #DVNB #Startups #Facebook #MarkZuckerberg #Instagram #TikTok #Tendências #Internet #Aplicativos

8 visualizações0 comentário