• Junior Valverde

FACEBOOK TOMA ATITUDE PARA REPRIMIR FAKE NEWS E DESINFORMAÇÃO POLÍTICA


Na luta contra fake news, o Facebook começou a reprimir grupos no mundo todo para frear a disseminação da desinformação política. A rede social relevou que não recomendará mais novos grupos a todos os usuários, além de outras medidas. O objetivo da ação é diminuir o alcance dos atores políticos que usam a plataforma para fins prejudiciais.


O Facebook anunciou nesta quarta-feira (17) que não recomendará mais páginas cívicas e políticas ou novos grupos a todos os usuários no mundo todo. A nova ação baseia-se em uma suspensão temporária em outubro de tais recomendações aos usuários dos EUA antes da eleição presidencial de 2020.


A decisão da empresa comandada por Mark Zuckerberg integra os esforços da companhia para reduzir a disseminação de informações incorretas sobre seus serviços. O Facebook removeu permanentemente esses grupos das recomendações dos EUA no início de 2021, após a insurreição no Capitólio dos EUA em 6 de janeiro.

O Facebook também anunciou outras mudanças com o objetivo de coibir o uso indevido de grupos em sua rede social. A principal meta é diminuir o alcance de atores políticos que usam a rede para fins prejudiciais.


A novas mudanças incluem:

  • O Facebook reduzirá os privilégios de grupos que acumulam violações. Em casos de danos graves, o Facebook removerá esses grupos de uma vez.

  • Os grupos que violam as regras do Facebook aparecerão com menos recomendações. Isso significa que os usuários do Facebook terão menos probabilidade de descobri-los.

  • O Facebook exibirá um aviso aos usuários quando eles estiverem prestes a ingressar em um grupo que sofreu violações da comunidade.

  • Quando alguém envia um convite a outro usuário para ingressar em um grupo com violações da comunidade, o Facebook limitará essas notificações para que os usuários as recebam apenas uma vez.

  • O Facebook reduzirá a distribuição de postagens de grupos com violações da comunidade. Isso significa que os usuários que estão nesses grupos terão menos probabilidade de ver as postagens desses grupos à medida que navegam pelo Feed de notícias.

  • Os grupos com um número substancial de membros que quebraram as regras deverão ter administradores e moderadores para aprovar todas as postagens antes de serem publicadas.

  • Além disso, os grupos com um número substancial de membros que estavam em outros grupos que foram removidos por quebrar as regras também precisarão ter administradores e moderadores para aprovar todas as postagens antes de serem publicadas.

Além dessas mudanças nas restrições de grupo, o Facebook anunciou que usuários individuais que tenham violações repetidas em grupos serão impedidos de postar em grupos, comentar em grupos, convidar outras pessoas para grupos e criar novos grupos.


As alterações já devem entrar em vigor para todos os usuários nos próximos meses.


Tags: #SevenJoin #Inovação #Ideias #NovosNegócios #Empreendedorismo #Consultoria #ConsultoriaDeInovação #Intraempreendedorismo #Business #Tecnologia #MetodolodiasAgeis #GestãoEficaz #CasesDeSucesso #Crowdsorcing #Facebook #FakeNews #Grupos #RedesSociais #Desinformação #Notícias

6 visualizações0 comentário