• Junior Valverde

GOOGLE ABRE 1ª LOJA FORA DO VALE DO SILÍCIO E PROMETE IR MUITO ALÉM DA VENDA DE PRODUTOS

Atualizado: 18 de jun. de 2021


O Google já contava com uma única loja física em sua sede na Califórnia. O local era usado para vender dispositivos e outros acessórios. Agora, o gigante de tecnologia quer expandir: inaugurou sua 1ª unidade fora do Vale do Silício, localizada em Nova York (EUA). Seguindo os passos da App Store, mas de um jeito novo, o Google não quer apenas vender seus produtos. Quer ir muito além disso!


O plano de ampliar sua rede de lojas físicas aproxima o Google de um formato usado pela Apple. A dona do iPhone abriu suas primeiras lojas físicas em 2001 e, hoje, conta com centenas de unidades que contribuem para seu faturamento.


O Google inaugurou hoje sua primeira loja física fora de sua sede. O novo espaço fica cidade de Nova York. Localizada no bairro de Chelsea, próximo ao campus do Google, onde trabalham mais de 11 mil funcionários.


>> O youtuber Marques Brownlee visitou a loja. Confira sua experiência:

No novo estabelecimento, os clientes poderão não apenas conhecer e testar os produtos da empresa, mas também obter suporte para produtos do Google.


Anteriormente, o Google criava lojas “pop-up” temporárias, mas este local foi projetado para ser um elemento permanente na sede da empresa em Nova York. No local, estarão disponíveis para uso e experimento os celulares da linha Pixel, os notebooks Pixelbooks, as pulseiras inteligentes da Fitbit e os dispositivos domésticos da Nest.

Trata-se de uma decisão única para o Google porque, ao contrário da Apple, a empresa não ganha a maior parte de seu dinheiro com produtos de hardware. Mais de 80% da receita da Alphabet vem de anúncios digitais, gerando US$ 147 bilhões no ano passado.


O lançamento da nova loja pode ajudar o Google a saber mais sobre o que os clientes desejam do hardware e pode até mesmo ajudar as pessoas a entender que o Google constrói seus próprios dispositivos, que variam de termostatos a telefones e laptops.


Google disse nesta semana que queria criar um espaço onde os consumidores possam vir e experimentar todos os seus dispositivos e serviços de uma forma que mostre como eles trabalharão juntos em diferentes lugares.


Por exemplo, a nova loja do Google tem salas separadas onde as pessoas podem ver como o recurso de câmera de visão noturna do smartphone Pixel funciona ou como a tela inteligente do hub Nest funciona dentro de um quarto e permite que você atenda a campainha inteligente.


Outra sala mostra o serviço de jogos Stadia do Google e como um cliente pode iniciar um jogo em um telefone e continuar assistindo em uma grande TV.

Em outro local, uma estrutura de vidro redondo de 5 metros, chamada de espaço da imaginação, exibirá alguns dos avanços tecnológicos mais recentes do Google. Para começar, por exemplo, o consumidor terá uma experiência do Google Translate criada com um artista em Tóquio. Um cliente pode sussurrar uma frase e ele irá sussurrar de volta a mesma frase em 24 idiomas, enquanto também exibe o texto em uma tela.

O Google também oferecerá uma gama completa de suporte para seus produtos e serviços de consumo. A companhia disse que pode consertar telas quebradas em telefones Pixel, possivelmente no mesmo dia; reparar produtos Nest; e até mesmo ajudar as pessoas a entender melhor suas contas do Google e qualquer um dos softwares do Google, como ChromeOS ou Gmail. E mais: os clientes poderão agendar uma consulta para entrar na loja para obter ajuda. A unidade ainda venderá assinaturas de produtos como o Stadia.

O Google também planeja fornecer outras experiências que você pode encontrar em uma Apple Store. Ele hospedará sessões de instruções e mergulhos profundos sobre produtos.

A empresa espera aprender com a loja ao ver o que os consumidores desejam e, em seguida, incorporar isso em seus produtos. Trata-se da primeira experiência do Google fora da Califórnia.


O gigante de tecnologia afirmou que somente decidiu abrir a loja agora porque viu uma demanda reprimida por experiências pessoais e que os comerciantes em Nova York estão vendo um aumento no tráfego de varejo. Agora, esperamos uma no Brasil para também disfrutar dessa nova experiência!


Tags: #SevenJoin #Inovação #Ideias #NovosNegócios #Empreendedorismo #Consultoria #ConsultoriaDeInovação #Intraempreendedorismo #Business #Tecnologia #MetodolodiasAgeis #GestãoEficaz #CasesDeSucesso #Crowdsorcing #B2U #Google #GoogleStore #LojaDoGoogle #NovaYork #Business #Negócios #Tendências #Perspectivas #Tecnologia #Telecomunicações #Internet

6 visualizações0 comentário